TRANSMISSÃO AO VIVO

cultoaovivo2

Cultos gravados

cultos-gravados

BUSCA


Como chegar a PIBN

Digite o seu endereço.
Endereco:
Cidade:
Estado:
CEP:

Acompanhe a PIBN

Boletim Dominical

atividadespibn

PEDIDO DE ORAÇÃO

FAÇA AQUI O SEU PEDIDO DE ORAÇÃO ON LINE

Nome:

Telefone para contato:

E-mail:

Seu pedido:
 

Climatempo

Principal Editoriais As grandezas de Deus
As grandezas de Deus PDF Imprimir E-mail
“Mas vós sois geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, para que anuncieis as grandezas daquele que vos chamou das trevas para sua maravilhosa luz” (1Pe 2.9).

A Igreja foi enviada ao mundo com o propósito de anunciar as grandezas de Deus, a fim de que todos os que crerem na mensagem do Evangelho sejam resgatados das trevas do pecado para a Sua maravilhosa luz. Cada discípulo de Cristo tem a responsabilidade de apresentar às pessoas a proposta de vida que o Senhor oferece a todos: vida em abundância por meio de Jesus Cristo. Para que esta missão seja cumprida com êxito, palavras não bastam. Michael Green diz o seguinte: “As pessoas estão cansadas de conversa; querem mais é ação.

Afinal de contas, as obras falam mais alto que palavras. Elas querem ver se o Cristianismo faz alguma diferença. E quando veem que faz, sentem-se dispostas a se sentar e tomar notas” (Evangelismo que funciona: redescobrindo o poder da missão. Rio de Janeiro: GW Editora, 2005. p. 27). O conhecido ditado “as palavras convencem, mas o exemplo arrasta”, nunca foi tão atual. Precisamos anunciar as grandezas de Deus por meio da pregação e do ensino da Palavra, mas também, de maneira concreta, praticando a Palavra em nosso viver.

Pedro, ao escrever sua primeira carta, esperava que a conduta dos cristãos levasse os não crentes a mudarem suas atitudes: “Seja correto o vosso procedimento entre os gentios, para que naquilo de que falam mal de vós, como se fôsseis praticantes do mal, ao observarem as vossas boas obras, glorifiquem a Deus no dia da visitação” (1Pe 2.12). E, ainda: “Estai sempre preparados para responder a todo o que vos pedir a razão da esperança que há em vós; mas fazei isso com mansidão e temor, tendo boa consciência, para que os que caluniam o vosso bom procedimento em Cristo fiquem envergonhados naquilo de que falam mal de vós” (1Pe 3.15, 16). No caso das esposas cristãs que viviam com marido não crente: “semelhantemente vós, mulheres, sede submissas a vossos maridos; para que também, se alguns deles não obedecem à palavra, sejam ganhos sem palavra pelo procedimento de suas mulheres” (1Pe 3.1).

Da mesma forma que os cristãos da época do apóstolo Pedro, nós também somos desafiados a anunciar as grandezas de Deus, isto é, a salvação em Jesus Cristo ao mundo por meio da pregação e do ensino da Palavra, mas, em primeiro lugar, sendo praticantes da mensagem que anunciamos, a fim de que todos sejam resgatados das trevas para a maravilhosa luz de Deus.

Pr. Cleverson Pereira Rodrigues
Ministro de Evangelismo e Missões

 

Aliança Batista Mundial Convenção Batista Brasileira JMM JMN UFMBB UHBB JUMOC CBF STBN