TRANSMISSÃO AO VIVO

cultoaovivo2

Cultos gravados

cultos-gravados

BUSCA


Como chegar a PIBN

Digite o seu endereço.
Endereco:
Cidade:
Estado:
CEP:

Acompanhe a PIBN

Boletim Dominical

atividadespibn

PEDIDO DE ORAÇÃO

FAÇA AQUI O SEU PEDIDO DE ORAÇÃO ON LINE

Nome:

Telefone para contato:

E-mail:

Seu pedido:
 

Climatempo

Principal Editoriais DNA Missionário
DNA Missionário PDF Imprimir E-mail
Nos dois primeiros anos em que eu e minha esposa, a missionária Kenya, servimos no Chile, visitamos muitos vales e, tendo evangelizado tanto publicamente quanto pessoalmente, concluímos que a grande necessidade daquele país era a capacitação teológica e prática ministerial.

Assim, criamos um centro de formação teológica e, através dele, percebemos o crescimento espiritual e, claro, teológico na vida de nossos alunos e o alto impacto que essa capacitação produziu em suas respectivas igrejas. Durante os anos seguintes, tivemos a grata experiência de ouvir alguns de nossos alunos expondo as Escrituras em suas respectivas igrejas e ficamos impressionados como cresceram.

Sempre críamos que, através desse pequeno grupo de alunos, conseguiríamos transformar a realidade de algumas igrejas que lutam pela sobrevivência. Pois tal projeto nos possibilitou alcançar pessoas não crentes também outros que há anos tinham abandonado a fé.

Por mais de um ano, evangelizei o jovem arquiteto Carlos Allende. Nunca me identifiquei como pastor ou missionário, para que as portas desse relacionamento não se fechassem. Muito se passou até que ele soube que eu dava aulas de teologia, para as quais eu o convidei, e seu interesse foi despertado a partir do entendimento de que a Bíblia é um livro histórico e repleto de princípios para a vida. Durante a exposição de 1Coríntios 1.18-25 e posterior atividade na qual Carlos teve que apresentar um trabalho relacionado à cruz de Cristo como “poder e sabedoria de Deus”, a “ficha caiu”. Entregou-se a Cristo e hoje, além de frequentar a igreja local, atraiu outros para o Evangelho.

Uma de nossas alunas, a senhora Yolanda, frequentava uma igreja evangélica há mais de cinco anos. Mesmo com esse tempo, aprendeu pouca coisa e não sabia, por exemplo, quem era Paulo, além de que temas relacionados à salvação lhe eram desconhecidos. “A princípio, me entristeci, pois olho para o passado e vejo que por muito tempo não fui clara sobre a salvação em Cristo porque nem eu mesma compreendia”, contou-me. Posteriormente, Yolanda nos chamou para uma reunião na casa dela. Quando chegamos, fomos “bombardeados” com uma série de questionamentos relacionados à salvação e ao Espírito Santo. Nossa reunião terminou depois da meia-noite e saímos de lá jubilosos, pois nos sentíamos como Pedro, que orientado pelo Espírito, chegou à casa de Cornélio, um homem piedoso e temente a Deus, mas que ainda não conhecia a Cristo e Sua obra.

Creio que, uma vez exposto, o Evangelho é a força mais potente contra a dureza do coração humano. A Bíblia lida apropriadamente não somente gera novas convicções, mas também muda completamente a trajetória de vida daqueles que por ela são confrontados. Ouvimos muitas declarações de irmãos nesse sentido. Boa parte de nosso ministério foi ocupada no ensino e discipulado.

Procuramos fornecer ferramentas teológicas e práticas a distintos grupos, a fim de que pudessem levar adiante alguns ministérios. Críamos que as doutrinas importantes deveriam ser ensinadas, porém procuramos vinculá-las à obediência ou mesmo a uma necessidade social que precisava de intervenção.

Portanto, creio que o vigor da vida espiritual está na proporção exata do lugar que a Bíblia ocupa em nossas vidas e na vida daqueles a quem discipulamos. Onde não se anuncia a Palavra com fidelidade, ali a espiritualidade será deteriorada. Creio ainda que uma das evidências da maturidade espiritual de um líder está em sua capacidade de reproduzir; é vida que gera vida, exemplo que gera exemplo! Pr. Augusto Missionário no Caribe; atuou no Chile de 2011 a 2015.
REVISTA DO PASTOR 7 MISSÕES MUNDIAIS 2016 Fonte:
http://missoesmundiais.com.br/wp-content/uploads/2015/12/Revista_Pastor_2016_baixa.pdf

 

Aliança Batista Mundial Convenção Batista Brasileira JMM JMN UFMBB UHBB JUMOC CBF STBN