TRANSMISSÃO AO VIVO

cultoaovivo2

Cultos gravados

cultos-gravados

BUSCA


Como chegar a PIBN

Digite o seu endereço.
Endereco:
Cidade:
Estado:
CEP:

Acompanhe a PIBN

Boletim Dominical

PEDIDO DE ORAÇÃO

FAÇA AQUI O SEU PEDIDO DE ORAÇÃO ON LINE

Nome:

Telefone para contato:

E-mail:

Seu pedido:
 

Climatempo

Principal Editoriais Uma história emocionante
Uma história emocionante PDF Imprimir E-mail
jmm2017Neste editorial, temos uma história emocionante que vem do norte da África. O título é "NORTE DA ÁFRICA ESPERANÇA DE VIDA". É uma experiência narrada pela missionária Ludmila Gaspar Schmidt. De maneira tão viva, ela conta a história de um menino que era considerado caso perdido para a medicina, mas que foi recuperado por Deus. Assim diz a missionária:

"Um dia, estava na escola no campo de refugiados e saí para andar. Eu sempre tive esse costume. Quando eu passei perto de um monte de lixo, eu percebi um movimento, mas continuei andando, pensando que era um cachorro. Mas um magnetismo me puxou para trás e, quando olhei, vi que era um menino. Vou chamá-lo de José. José era um menino muito pequeno e estava ali, todo sujo, não estava vestido. Eu peguei o José nos meus braços e o levei para dentro da escola. Dei um banho e coloquei uma roupa nele e levei o José a uma pediatra. A médica pesou José, que tinha apenas cinco quilos. A idade dele, dois anos e meio, fiquei sabendo depois, quando encontrei a família dele. Mas José não tinha pele negra, era amarela, um sintoma do câncer de fígado que a médica descobriu que ele tinha após vários exames. A médica me falava: “Não coloque esperança nessa criança porque ela vai morrer”, dizendo-me isso para que eu não sofresse. E me aconselhou a procurar a família do menino. Foi o que fiz. Procurei a família de José, mas o levei para minha casa, para cuidar dele. Ele era só pele. Fiquei um mês e meio na minha casa, até que ele começou a criar peso, e passei a levá-lo aonde eu fosse. Ele foi ficando bem, ganhou vida, conseguia falar. Foi ficando muito bem, até que Deus curou o câncer dele. Antes de ele completar três anos, ele foi trazendo a família dele para a escola. Irmão por irmão. Por fim, a mãe. Essa família se converteu totalmente. Essa mãe entendeu o amor de Cristo, falamos para ela como a criança é importante, como Deus fez questão de deixar vir a Ele as criancinhas. Mostrei à mãe de José como a Bíblia trata a questão da criança, da inocência, de como nós podemos mudar uma vida. Depois, o pai também se converteu. A mãe continuou falando de Cristo a todos os parentes que moravam perto dela, em um lugar bem pobre. Só Deus pode fazer o que fez na vida de José. A própria pediatra, que disse que José era praticamente um caso perdido, me disse: “Você foi um milagre na vida dessa criança”. Mas eu respondi: “Eu não sou um milagre na vida dessa criança. Essa criança que é um milagre de Deus. Eu apenas passei no caminho dela. E quando a senhora me disse que ele iria morrer e que eu ainda poderia ser condenada por isso, tive a certeza de que Deus não me colocou no caminho dele para morrer, mas para viver”. José é um marco no povoado onde mora. Hoje ele tem 13 anos, tem uma pele bonita e é completamente saudável".

http://missoesmundiais.com.br/wpcontent/uploads/2015/12/Revista_Pastor_2016_baixa.pdf.

Que possamos ver muitas outras crianças resgatadas pelo poder de Deus não somente no Norte da África, mas também em nosso Brasil e em qualquer parte do mundo.

Para tanto, Deus nos abençoe.

Seu pastor e amigo,
J. Laurindo

 

Aliança Batista Mundial Convenção Batista Brasileira JMM JMN UFMBB UHBB JUMOC CBF STBN