TRANSMISSÃO AO VIVO

cultoaovivo2

Cultos gravados

cultos-gravados

BUSCA


Como chegar a PIBN

Digite o seu endereço.
Endereco:
Cidade:
Estado:
CEP:

Acompanhe a PIBN

Boletim Dominical

atividadespibn

PEDIDO DE ORAÇÃO

FAÇA AQUI O SEU PEDIDO DE ORAÇÃO ON LINE

Nome:

Telefone para contato:

E-mail:

Seu pedido:
 

Climatempo

Principal Editoriais Testemunhando...
Testemunhando... PDF Imprimir E-mail
famíliaEstamos diante de um mundo materialista, tão distante da graça e do amor de Deus, que nos causa tamanha impressão. Mas, ao mesmo tempo, é um mundo que carece das bênçãos que a graça e o amor de Deus trazem para o homem mortal. A graça, como único meio pelo qual podemos chegar a exercer a nossa fé em Cristo (ver Efésios 2.10), e o amor de Deus, porque este é a maior dádiva vinda dos céus que mostra o imenso sacrifício do Senhor Jesus em prol de nossa salvação (ver João 3.16). Posto isso perguntamos, quem vai, com sabedoria, testemunhar dessa graça e desse amor aos que ainda não tiveram acesso à salvação? Quem vai compartilhar com este mundo sem graça a verdadeira graça de Cristo? Quem vai compartilhar com este mundo de desamor o verdadeiro amor que vem de Deus?

Interessantemente, essa missão não foi deixada para os anjos. Eles não são os responsáveis por testemunhar do Evangelho. Essa tarefa foi-nos outorgada pelo Senhor através de seu Santo Espírito (ver Atos 1.8). Será que temos consciência dessa nossa missão no mundo? Será que as pessoas que estão ao nosso redor percebem que somos testemunhas do Evangelho? Ou, será que precisamos criar outras maneiras de testemunhar, a fim de que elas conheçam a Jesus?

Ser testemunha do Senhor é um privilégio e, ao mesmo tempo, uma grande responsabilidade. Uma vez tendo a certeza de que somos convocados a testemunhar de Cristo, também teremos que prestar contas ao Dono da seara, para dizer a Ele que, enquanto estivemos no mundo, cumprimos a missão de testemunhar Dele com sabedoria.

Testemunhar de Cristo não é um fardo como algumas pessoas poderiam pensar. É sinônimo de sabedoria. Já diz o autor de Provérbios: o que ganha alma sábio é (Pv 11.30). Como precisamos dessa sabedoria! Não é a sabedoria oriunda das ciências desse mundo, não é a sabedoria vinda dos filósofos, dos sociólogos, dos teólogos e de nenhum outro sábio, mas a sabedoria que vem do alto. Aquela que Tiago recomenda àqueles que não a têm que batam à porta do Senhor para obtê-la. Ele diz: “E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente, e o não lança em rosto, e ser-lhe-á dada” (Tg 1.5). Deus, em sua generosidade, está pronto a dar a cada um de seus filhos, hoje, a mesma sabedoria que deu aos seus servos no passado. É a sabedoria que Ele concedeu a Salomão (2 Crônicas 1.11) e a muitos outros. É a sabedoria que vem do alto (Tg 1.3).

Será que temos pedido essa sabedoria a Deus? Será que estamos usando a sabedoria divina para discernir entre o bem e o mal? Até que ponto temos permitido que a nossa vida esteja pautada na sabedoria divina?

Que o Senhor nos ajude a testemunhar para este mundo com a sabedoria que vem dos céus.

Para tanto, Deus nos abençoe.

Seu pastor e amigo,
J. Laurindo.

 

Aliança Batista Mundial Convenção Batista Brasileira JMM JMN UFMBB UHBB JUMOC CBF STBN