TRANSMISSÃO AO VIVO

cultoaovivo2

Cultos gravados

cultos-gravados

BUSCA


Como chegar a PIBN

Digite o seu endereço.
Endereco:
Cidade:
Estado:
CEP:

Acompanhe a PIBN

Boletim Dominical

PEDIDO DE ORAÇÃO

FAÇA AQUI O SEU PEDIDO DE ORAÇÃO ON LINE

Nome:

Telefone para contato:

E-mail:

Seu pedido:
 

Climatempo

Principal Editoriais A quem enviarei?
A quem enviarei? PDF Imprimir E-mail
“Então ouvi a voz do Senhor, conclamando: 'Quem enviarei? Quem irá por nós?' E eu respondi: Eis-me aqui. Envia-me!” Isaías 6.8.

Neste texto podemos ver o Senhor buscando um mensageiro que levasse uma mensagem de alerta ao povo de Judá, a fim de que fosse revertido o triste quadro de infidelidade, pecado, tristeza e sofrimento que era a realidade daquele tempo. Vivemos um tempo no qual grande parte dos seres humanos está cada vez mais longe de Deus e definindo seu caminho a partir de valores corrompidos e completamente fora dos propósitos do Senhor para a humanidade. Violência, exploração de uns pelos outros, ganância, promiscuidade, avareza, corrupção política, corrupção religiosa, indiferença para com Deus, são algumas das marcas do nosso tempo.

Por isso, o Senhor procura por atalaias que saiam a anunciar a esperança eterna em Cristo Jesus, que avancem avisando que é o tempo de arrependimento e mudança de vida e que saiam orientando a todos sobre como fazer para ter uma experiência transformadora com o Senhor Jesus. As pessoas ao nosso redor devem deixar seu caminho errante e iniciar uma vida de intimidade e dependência de Deus. Quando o profeta Isaías entendeu que o Senhor procurava por aqueles que aceitariam o desafio, ele se apresentou disponível para o Senhor.

Vivemos tempos, em nossas Igrejas, nos quais muitas pessoas não conseguem ouvir a voz de Deus. Elas estão presentes nas programações da Igreja, mas não conseguem perceber a presença de Deus em suas vidas e, com isso, as pessoas ao seu redor também não percebem a diferença que Cristo faz em suas vidas. É maravilhoso sentir a presença de Deus e ouvir claramente Sua voz a nos chamar e dirigir! Mas para tanto, é necessário abrir os olhos e ouvidos espirituais, a fim de ouvir e obedecer aos propósitos do Senhor. Isaías já era profeta, mas careceu de um momento de especial intimidade com o Senhor para compreender que havia muito mais a ser feito e que não poderia perder tempo e deixar de anunciar. Pela graça de Deus, o Evangelho tem avançado em nosso Estado do Rio de Janeiro. Muitas Igrejas estão crescendo, outras sendo plantadas, muitas pessoas sendo alcançadas pela mensagem de esperança em Cristo Jesus. A Deus toda honra e toda glória por tudo isso! Contudo, não podemos permitir que essa realidade nos faça parar, pois ainda existem muitos desafios missionários em nosso Estado! É preciso que cada um de nós tenha uma experiência marcante com o Senhor, a fim de compreender que ainda há muito a ser feito!

Deus continua buscando servos comprometidos, a quem possa enviar para alcançar outras pessoas com a mensagem de esperança que restaura. O conforto de nossos templos, a alegria da comunhão entre nós no seio da Igreja local, a intensa agenda de programações e projetos já implantados em nossas Igrejas não devem se constituir em barreiras para que saiamos e avancemos, causando verdadeiro alvoroço espiritual por onde quer que cheguemos. Não podemos ser “crentes consumidores” que vão à Igreja apenas para assistir a determinadas programações e analisá-las como se fossem meras apresentações programáticas. Devemos ser servos dispostos a trabalhar na grande colheita que o Senhor preparou para o Seu povo executar.

Dizer “eis-me aqui” significa colocar nossas vidas à disposição do Senhor, em prontidão e consagração, tendo como prioridade cumprir a missão dada por Ele; significa apropriar-se da declaração do próprio apóstolo Paulo ao despedir-se dos líderes da Igreja de Éfeso: “Todavia, não me importo, nem considero a minha vida de valor algum para mim mesmo, se tão somente puder terminar a corrida e completar o ministério que o Senhor Jesus me confiou, de testemunhar do evangelho da graça de Deus” (Atos 20.24).

Deus busca a quem enviar. Ao olhar para os nossos corações, o Senhor nos encontra disponíveis e dispostos? É importante que você coloque a sua vida disponível para Deus. Ele quer nos usar agora para construir uma nova realidade espiritual em nosso Estado. Basta agora responder a Ele: “Eis-me aqui, enviame a mim.”

Que o Senhor encontre, em nossos corações, essa resposta, esse compromisso!

Pr. Davidson Freitas
(Extraído da Revista da Campanha de Missões Estaduais, 2017, p. 15)

 

Aliança Batista Mundial Convenção Batista Brasileira JMM JMN UFMBB UHBB JUMOC CBF STBN