TRANSMISSÃO AO VIVO

cultoaovivo2

Cultos gravados

cultos-gravados

Como chegar a PIBN

Digite o seu endereço.
Endereco:
Cidade:
Estado:
CEP:

Acompanhe a PIBN

Boletim Dominical

PEDIDO DE ORAÇÃO

FAÇA AQUI O SEU PEDIDO DE ORAÇÃO ON LINE

Nome:

Telefone para contato:

E-mail:

Seu pedido:
 

Climatempo

Principal
Lições de um magnata PDF Imprimir E-mail
Quando um magnata morre, geralmente prestam-se homenagens, lembram-se dos atos importantes que praticou, dos destaques que teve na sociedade, dentre outros. E, se teve uma boa folha de serviços, então, destaca-se o que fez de melhor. Esse não foi o caso do magnata Saul. Sua morte (suicídio) deixou algumas lições que são de muita importância para qualquer pessoa hoje em dia.

O que podemos aprender com a ruína desse rei de Israel? Eis algumas respostas:

1.O PECADO CONDUZ TODOS À MORTE.

No caso do magnata Saul, ficou evidente que ele morreu por causa do pecado que cometeu. Ele transgrediu as ordens de Deus. Seu pecado custou caro – a própria morte. Não é isso que a Bíblia fala a respeito daquele que morre como consequência da prática do pecado? Na Carta aos Romanos, Paulo diz: “Pois o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor” (Rm 3.23).

2. TODOS HÃO DE ENFRENTAR OS JUÍZOS DE DEUS.

Foi isso o que aconteceu com o rei Saul. Era poderoso, valente, grande. Ainda assim, teve que enfrentar os juízos de Deus por causa de seus atos. Nem mesmo sua grandeza o isentou de ser julgado por Deus. Como declara Matthew Henry, em seu : “a Comentário Bíblico grandeza de nenhum homem é capaz de excetuá-lo dos juízos de Deus” (p. 320). Por mais importante que a pessoa seja, quando morre, terá que enfrentar os juízo de Deus. Ninguém escapa: nem rei, nem súdito, nem qualquer um que ocupe uma posição de poder no governo, na sociedade. Todos serão julgados por Deus.

3.A DESOBEDIÊNCIA À PALAVRA CAUSA A MORTE.

Declara o comentarista acima que “a desobediência é homicida”, e mais: “Saul morreu por não guardar a Palavra do Senhor” (Ibid). É isso mesmo! Todos que não guardam a Palavra de Deus no coração se dão mal. O Salmista ensina: “Guardei no coração a tua palavra para não pecar contra ti” (Sl 119.11). Quando obedecemos a Palavra e a guardamos em nosso coração, ficamos livres do pecado, da condenação eterna. Diante da tragédia do magnata Saul, resta-nos pedir ao Senhor que tenha misericórdia de nós e que jamais permitamos que a incredulidade, a falta de paciência, o desespero ou qualquer outro pecado nos separe do Senhor.

Que fujamos do pecado para não sermos condenados, que estejamos preparados para o juízo final e que obedeçamos diuturnamente a Palavra do Senhor! Que deixemos bons exemplos para os nossos filhos e que, ao morrermos, não sejamos como o magnata Saul.

Para tanto, Deus nos abençoe.

Seu pastor e amigo,
J. Laurindo.

 

Aliança Batista Mundial Convenção Batista Brasileira JMM JMN UFMBB UHBB JUMOC CBF STBN