TRANSMISSÃO AO VIVO

cultoaovivo2

Cultos gravados

cultos-gravados

BUSCA


Como chegar a PIBN

Digite o seu endereço.
Endereco:
Cidade:
Estado:
CEP:

Acompanhe a PIBN

Boletim Dominical

atividadespibn

PEDIDO DE ORAÇÃO

FAÇA AQUI O SEU PEDIDO DE ORAÇÃO ON LINE

Nome:

Telefone para contato:

E-mail:

Seu pedido:
 

Climatempo

Principal Editoriais Desafios de hoje
Desafios de hoje PDF Imprimir E-mail
Vivemos, hoje, em um dos momentos mais desafiadores do planeta. O mundo mudou.A sociedade transformou-se num amontoado de pessoas, umas com boas intenções, outras com intenções ruins e outras sem intenção alguma. A violência invadiu a cidade e o campo, e o governo viu-se incapacitado para contê-la. Muitos ficam “presos” em suas próprias casas sem poder agir, sem coragem de sair às ruas, vivendo em estado de choque, sofrendo crises de pânico, medo, depressão e outras doenças.

No Brasil, vivemos na expectativa de mudanças. As eleições estão próximas. Faltam poucos dias para comparecermos às urnas. Que desafio para cada um de nós! Não podemos nos esconder e dizer: não vou votar. Quase todos somos obrigados a fazê-lo. Poucos há que estão isentos dessa obrigação.

Em relação às famílias, também enfrentamos mudanças. O casamento, a criação de filhos, o relacionamento dentro de casa, sofreram alterações. A violência doméstica aumentou assustadoramente. O feminicídio (assassinato de mulheres) passou a fazer parte da agenda penal. O abuso sexual de menores tomou proporções avassaladoras.

Tudo isso serve para comprovar que a família sofre e tem grandes desafios pela frente. A escola, o colégio, a universidade, também sofreram mudanças diversas. O respeito ao professor foi prejudicado. A educação é um dos itens menos valorizados do ponto de vista do sustento do professor. Ouvi falar de um professor que ganha menos de um salário-mínimo por mês. Que condição tem este profissional para sustentar a sua própria família? É um grande desafio.

E o que dizer das igrejas e denominações? Elas também sofreram mudanças. Fala-se de igreja pequena e de . De igreja rica e igreja pobre. De igreja conservadora e mega-church de igreja liberal. Também, fala-se de denominação forte e denominação fraca. De denominação que apoia candidatos à política e de denominação que prefere não se envolver em campanha político-partidária. Fala-se de pastor vocacionado para o ministério e de pastor que não tem chamada para trabalhar na obra. Fala-se de missionário que se dispõe a investir a vida nos campos distantes e também daqueles que não têm visão para a expansão do reino de Deus.

O que fazer, hoje, diante desses desafios? Qual a nossa posição? Ficar parados, ficar “vendo a banda passar”, ficar olhando de longe o que está acontecendo? De forma alguma. É hora de renovar a nossa fé em Cristo e prosseguirmos! Pois, como diz o apóstolo Paulo, “em todas essas coisas, somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou” (1 Coríntios 15.37).

Para tanto, Ele nos abençoe.

Seu pastor e amigo,
J. Laurindo

 

Aliança Batista Mundial Convenção Batista Brasileira JMM JMN UFMBB UHBB JUMOC CBF STBN