NÃO ESVAZIE O REAL SENTIDO DO NATAL!

por | dez 26, 2023 | Editoriais

⁴ Mas, quando chegou a plenitude do tempo, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido debaixo da lei, ⁵ a fim de redimir os que estavam sob a lei, para que recebêssemos a adoção de filhos. ⁶ E, porque vocês são filhos, Deus enviou o Espírito de seu Filho aos seus corações, o qual clama: “Aba, Pai”. ⁷ Assim, você já não é mais escravo, mas filho; e, por ser filho, Deus também o tornou herdeiro.

Gálatas 4:4-7

De acordo com o texto bíblico posto acima, na plenitude do tempo, Deus enviou o seu único Filho em nosso favor, evidenciando claramente o seu amor! À luz desta mensagem, não podemos resumir a data que é usada para relembrar o gesto salvífico de Deus em nossa direção, ao materialismo desenfreado que é praticado pela sociedade moderna.

Sabemos que a troca de presentes adoça as relações, tornando-nos mais próximos uns dos outros. No entanto, alimentar-se da ideia de que o valor deste tempo está na aquisição de coisas, é esvaziar, significativamente, a sua razão primordial. Portanto, a partir de Gálatas 4.4-7, convido você a entender e compartilhar o real sentido do Natal. 

O texto bíblico que vamos analisar, nasceu, provavelmente, próximo dos anos 49 d.C, logo após a primeira viagem missionária realizada por Paulo. Pouco tempo depois de retornar desta viagem, o apóstolo decidiu escrever uma carta aos irmãos da galácia, a respeito de algumas relevantes questões para aquela comunidade de fé. No capítulo 4, Paulo os informa algo muito importante para todos nós: Jesus veio a este mundo no tempo certo!

No v.4, com a expressão “plenitude do tempo”, Paulo aponta que o calendário de Deus é diferente do nosso. Com isso,  as condições postas por Deus para a execução de Sua vontade não são no tempo que chamamos de favorável. Muito pelo contrário! Às vezes, olhamos e não vemos a possibilidade das coisas melhorarem, de boas mudanças e só enxergamos crises no nosso horizonte. Ah! Mas de maneira bem oposta, na perspectiva divina, este pode ser o melhor momento para que Suas promessas sejam cumpridas. Portanto, à luz desta verdadeira palavra, apoie-se e descanse o seu coração em Deus!

Sabendo da verdade de que Jesus veio no tempo certo, agora podemos dar o segundo, e o último passo, perguntando para o próprio texto sobre o motivo de sua vinda “na plenitude do tempo”. De acordo com os versículos 5-7, temos as razões do real sentido do Natal:

  1. Remissão e adoção (v.5)

Jesus veio a este mundo para nos perdoar dos nossos pecados e, consequentemente, tornar-nos filhos do Pai;

  • Garantir a presença do Espírito Santo (v.6)

Jesus mesmo disse que enviaria o Consolador, conforme João 14.16,17

¹⁶ E eu pedirei ao Pai, e ele lhes dará outro Conselheiro para estar com vocês para sempre, ¹⁷ o Espírito da verdade. O mundo não pode recebê-lo, porque não o vê nem o conhece. Mas vocês o conhecem, pois ele vive com vocês e estará em vocês.

Nós não vivemos sozinhos neste mundo! Quando reconhecemos Jesus como Senhor e Salvador de nossas vidas, o Espírito Santo passa habitar dentro nós.

  • Libertação (v.7)

Jesus veio a este mundo para nos libertar das amarras do pecado e, por isso, eu e você somos convidados a obedecer a Sua boa, perfeita e agradável vontade, renegando, diariamente, a nós mesmos. Olha que incrível! O status de escravo muda para filho herdeiros de Deus. Que maravilha!!!

Concluindo este texto, eu tenho para ti um convite muito especial: Não esvazie o real sentido do Natal! Não se renda ao materialismo! Em vez disso, anuncie que o nascimento de Jesus traz a nós salvação, por intermédio do perdão, tornando-nos filhos por adoção!

Em Cristo,

Douglas Pedrosa

Ministro da Juventude PIBN