O QUE REALMENTE IMPORTA?

por | jan 23, 2024 | Editoriais

14. Ora, a pessoa natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque lhe são loucura. E ela não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.

15. Porém a pessoa espiritual julga todas as coisas, mas ela não é julgada por ninguém.

16. Pois quem conheceu a mente do Senhor, para que o possa instruir? Nós, porém, temos a mente de Cristo.

1 Coríntios 2:14-16

Estamos em uma sociedade que nos apresenta diariamente uma infinidade de ofertas que vão fazendo (claro que, sem percebermos) com que nos afastemos do que realmente importa para nossas vidas. E o que realmente importa?

Se olharmos no contexto social em que estamos inseridos, veremos que há uma grande necessidade de sermos aprovados segundo os padrões do mundo. Somos convidados a sermos pessoas que são bem-sucedidas, segundo suas conquistas profissionais ou até mesmo por seus bens materiais.

No contexto eclesiástico, há quem busque prazeres em outras atividades extra-templo, a fim de que vivamos um evangelho mais atrativo, mais fácil de ser praticado. Estes, são os que acreditam que é necessário fazer “cultos shows” para que a Igreja cresça. Todavia, isto não vale para a verdadeira Igreja de Jesus. Visto que, na prática anteriormente citada, as pessoas, em sua maioria, não se reúnem por causa de Deus, mas por causa de si mesmas. Portanto, deve-se buscar em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, pois sabemos que as demais coisas serão acrescentadas, sem a necessidade da intervenção humana.

Diante disso, creio numa Igreja onde Jesus é o centro e as pessoas buscam servir umas às outras como consequência de suas experiências com Deus. Creio num lugar onde a paz de Cristo reina e a obra pelo engrandecimento do Senhor é o que realmente importa.

 Assim sendo, devemos procurar meios para encontrar o que é correto diante da Palavra de Deus, mesmo cientes que “a pessoa natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque lhe são loucura.”

Perante o exposto, convido-lhe a colocar Cristo no centro de sua vida e a trabalhar para que Ele também seja o centro de sua Igreja.

No amor de Cristo.

Pr Daniel Martins Cunta